30-07-2017 DN

"O importante é que teremos respostas adequadas, não é correto dizer que vamos acabar com os sem-abrigo. O fenómeno é dinâmico", diz secretária de Estado da Segurança Social. Reforçar a intervenção, com aposta na prevenção e no acompanhamento caso a caso, gerando uma ação integrada para evitar duplicação de trabalho no terreno são objetivos da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas em Situação de Sem-Abrigo (ENIPSSA) até 2023 , ontem aprovada em Conselho de Ministros. Ler mais

06-07-2017 Lusa

Os deputados do grupo de trabalho de Habitação aprovaram hoje, por unanimidade, o alargamento do programa de arrendamento jovem Porta 65 até aos 35 anos, bem como o reforço da dotação orçamental “em conformidade” com as alterações introduzidas.
Neste sentido, a idade máxima dos beneficiários do programa Porta 65 vai aumentar de 30 para 35 anos, podendo estender-se até aos 37 anos quando se trate de um casal e um dos elementos tenha a idade regulamentar - igual ou superior a 18 anos e inferior a 35 anos. Ler mais

*
04-07-2017 Filomena Lança, foto de Bruno Sim, Jornal de Negócios

A Associação dos Inquilinos Lisbonenses está preocupada com falta de casas para arrendar e enviou um conjunto de propostas ao Parlamento e ao Governo para controlar e limitar o arrendamento a turistas e, por essa via, conseguir um aumento da oferta.
Veja as propostas da AIL no documento em baixo. Ler mais

03-07-2017 Antena 1, notícias, 8:01

Governo prometeu esta manhã um apoio prioritário para quem perdeu primeiras habitações no incêndio de Pedrógão Grande. Essa garantia foi deixada na Antena 1 pelo secretário de Estado do Desenvolvimento e da Coesão, Nelson de Souza. O Governo concluiu o levantamento de prejuízos nos sete municípios afetados pelo fogo no Pinhal Interior. Ler mais

01-07-2017 Conceição Antunes Marisa Antunes, Expresso Imobiliário, introdução nossa

A medida foi apresentada em 26 de junho pelo Presidente da Câmara de Lisboa como um pedido urgente ao governo para dinamizar o arrendamento de longa duração. O jornal "Negócios" noticiou entretanto que o governo estaria a estudar a medida. O jornal Expresso reportou, por sua vez, a resposta oficial do Ministério das Finanças: "o Governo não irá pronunciar-se sobre medidas do Orçamento do Estado antes da apresentação do mesmo". Ler mais

*
01-07-2017 Expresso

Na periferia de Lisboa, centenas de pessoas vivem sem luz há meses. Solução está à vista.
Os cerca de 200 moradores do bairro da Torre, em Loures, vivem sem luz desde outubro, quando a EDP pôs fim às puxadas ilegais. E centenas de pessoas de outros bairros clandestinos da periferia de Lisboa, como o bairro da Jamaica (Seixal) e o 6 de Maio (Amadora), estão também na iminência de ficar às escuras.
Veja a audiência aos moradores destes bairros na AR AQUI Ler mais

Notícias